Histórico

Em 16 de novembro de 1931, D. Rosa Paiana Campanella e Família doam à Mitra Arquidiocesana de São Paulo um terreno de 8.000m² para que fosse construída uma Igreja sob a evocação de Santa Luzia.

Histórico Em 1932 foi construída a capela de Santa Luzia que passou a pertencer à Paróquia Nossa Senhora do Carmo de Itaquera. Era assistida pelos padres diocesanos de Itaquera uma vez por mês, quando se rezava a missa. Em 18 de março de 1957, D. Carolina chega à Capela. Nesse mesmo ano a capela começa ser atendida pelo  P. Sirino, da ordem de Nossa Senhora da Assunção.

No ano de 1958 a capela de Santo Antonio da Vila Ré é constituída Paróquia. A partir daí, a capela de Santa Luzia passa a pertencer à paróquia de Santo Antonio. Ainda em 1958 o P. Guido Frankena começou a dar mais assistência à capela de Santa Luzia. Começou a rezar missa todos os domingos e celebrar batizados com a ajuda dos Vicentinos, tínhamos também um ótimo coral assistido pelo organista Waldecir.

Histórico Em 30 de abril de 1965 a Capela é declarada Paróquia de Santa Luzia por D. Agnelo Rossi, Cardeal, Arcebispo Metropolitano de São Paulo. A Paróquia foi instalada por D. José Lafayete Ferreira Álvares no dia 09 de maio de 1965. Seu primeiro Pároco foi o P. Francisco Massant.

P. Francisco iniciou a comunidade da Sagrada Família na Cidade de A. E. Carvalho, sendo celebrada a Santa Missa todos os domingos às 10h.

Logo após veio o P. Humberto Wuyts, permanecendo na Paróquia sete anos.

O terceiro Pároco foi o P. John Joseph Mc Guire que ficou apenas dois meses.

P. José Antonio Ruiz esteve conosco por um período de quatro meses.

No dia 10 de janeiro de 1978 chega o P. Carlos Alberto Diniz Fernandes que permaneceu na Paróquia por dois anos.

Logo após veio um grupo de estudantes liderado pelo Diácono Nelson Amaro; este foi ordenado Padre nesta nossa Paróquia.

Histórico Vem em seguida o P. Wilson Salles (P. Sabé) que ficou apenas oito meses.

Substituindo o P. Sabé veio o Diácono Carlos Augusto da Costa que também foi ordenado Padre nesta nossa paróquia no dia 16 de outubro de 1982 por D. Paulo Evaristo Ars, Cardeal Arcebispo de São Paulo. Como o  P. Humberto, o P. Carlos Augusto da Costa (P. Neno) permaneceu nesta Paróquia por um longo período atingindo de cinco anos.

Com o P. Neno foi dado início ao Centro Juvenil. O Centro Social da Paróquia Santa Luzia, com o nome de OSEM [Organização Social de Educação do Menor] foi fundado no dia 9 de outubro de 1984. (P. Neno faleceu aos 19 de maio de 2013).

Foi substituído, em janeiro de 1987 pelo P. Paulo Strauss que não chegou a completar um ano na Paróquia.

No dia 18 de outubro de 1987 chegam os Padres Salesianos, liderados pelo P. Rosalvino Morán Viñayo. Um grupo de seminaristas salesianos veio conhecer a Paróquia. Entre eles estava o Diácono Antonio Francisco Lelo que foi ordenado padre no dia 19 de dezembro de 1987 e hoje é pároco da nossa igreja. P. Lelo deu início ao Apostolado da Oração em 02 de agosto de 1990.

Em 1988 chega o P. Antonio dos Santos que fica como Vigário paroquial.
P. José Antonio Paiolla chega em 23 de setembro de 1990. Ele deu início a Pastoral da Juventude, e por algumas inconveniências deu-se o fim do curso de Noivos, e com grande alegria podemos receber as Filhas de Maria Auxiliadora. P. Paiolla permaneceu conosco por cinco anos. E no final de semana tínhamos a ajuda do P. Antonio Carlso da Silva Ferreira

Em 1989  aos 15 de março foi criada a Diocese de São Miguel Paulista. Mudaram as autoridades eclesiásticas de Arquidiocese de São Paulo para Mitra Diocesana de São Miguel Paulista.
Ainda em 1989, o Centro Social foi registrado no Conselho Nacional de Serviço Social e o P. José Antonio Paiolla, 23/09/1990, foi eleito pároco e presidente do Centro Social, aqui permanecendo por cinco anos.
P. Lecy Gomes da Costa, permaneceu na Igreja por cinco anos.
P. Antonio dos Santos, pernambucano, chega em janeiro de 1988 e fica como vigário paroquial.
P. Vagner de Medeiros, ficou nove meses.

Em 1992 Coadjutor Vicente Nogueira vem como Auxiliar da Pastoral.

Irmão Valdivino, hoje sacerdote da Diocese de Osasco dirigiu, por algum tempo o Centro Juvenil.
P. Camilo Profiro da Silva, 19/01/1996, permaneceu por três anos.

P. Mauro Gozzi, 1996, permaneceu por cinco anos.
P. Hilário Adelino Micheluzzi, 19/01/1996, permanece na Paróquia até hoje 2013.

Neste período, a Inspetoria Salesiana de São Paulo deu início à construção das atuais instalações do Centro Social. Foi feito um comodato por 99 anos entre a Mitra Diocesana de S. Miguel Paulista com data 04 de julho de 1996, e “aos 29 de agosto de 1999 a Inspetoria Salesiana N. S. Auxiliadora, a Comunidade Educativa e Pastoral de Santa Luzia e a Mitra Diocesana podiam agradecer a Deus Pai e inaugurarem as novas instalações do Centro Social destinadas para formar honestos cidadãos e bons cristãos do novo milênio perpetuando a memória de Dom Bosco”.

P. Tetuo Koga, aos 09/02/1999, eleito diretor presidente e pároco. Foi o responsável pelo novo prédio do Centro Social da Paróquia Santa Luzia e posteriormente pela construção da nova Igreja entre 2002 e 2004. Foram também abertos, três novos cursos: Auxiliar de eletricidade, Técnicas Administrativas e Informática. P. Sérgio Baruffi é Ecônomo e Vigário Paroquial.

Histórico

Em 24/09/2000, P. Tetuo efetua a abertura da Creche Jardim Nordeste, estuda a aceitação do Abrigo Solar da Alegria (Febem) e promove o reconhecimento de poderes públicos governamentais, nos âmbitos municipal, estadual e federal através da aquisição do título de utilidade pública. O vigário Paroquial era o P. Gutenberg dos Reis. Esteve também conosco por um ano Dom Onofre Cândido Rosa: Bispo Emérito da Diocese de Jardim, falecido em Belo Horizonte aos 9 de dezembro de 2009.

13/03/2001: Não foi efetivado o Convênio com o Abrigo Solar da Alegria e é celebrada uma parceria com a UNISAL, para cursos em benefício de nossos funcionários de Pós Graduação latu sensu em Educação Social no exercício de 2001. Nos cursos de graduação – Pedagogia – 18 pessoas; Comunicação Social – 5 pessoas e Administração de Empresas – 2 pessoas. Para funcionários e pessoas que exerçam algum tipo de liderança na comunidade e, que vem prestando relevantes serviços com sua presença pastoral e formativa e também visando uma melhor qualificação dos profissionais deste Centro Social e a melhoria do atendimento oferecido aos usuários. O P . Luiz Aparecido Tegami: Vigário Paroquial e Pastoral Vocacional.

Visão aérea do Centro Social e da Paróquia Santa Luzia

Em 2002 chegam o P. Antonio José Ballestero: Coord. Pastoral, Vigário Paroquial, P. Luiz Aparecido Tegami: Vigário Paroquial , Pastoral Vocacional, o P. Germano Slomp: Confessor e Vigário Paroquial e o Coadjutor Antonio Testoni: Casa Dom Bosco Jarinu.

Houve uma Assembleia em 23 de maio de 2003 para tratar sobre a aquisição de um terreno para futura sede do Abrigo, à Rua Tauá, 3161 e 08 de outubro de 2003 – Posse da nova diretoria, permanecendo como diretor-presidente P. Tetuo Koga. Em razão do novo Código Civil, em 30 de dezembro de 2003, foi necessário alterar o Estatuto Social do Centro Social da Paróquia Santa Luzia. Trabalham também nesta casa o P. Ronaldo Zacarias  e o P. Antonio José Ballestero como Vigários Paroquiais.

P. André Afonso Maria Butti, passa pela comunidade em 2004.
Em 04 de fevereiro de 2004, uma nova Assembleia acontece formalizando a saída do P. Tetuo Koga e a eleição de novos membros.
P. Antonio Célio Costa Francisco foi ordenado Padre em fevereiro e assumiu o cargo de Diretor tesoureiro.

P. Antonio Célio Costa Francisco, chega ao Centro Social, em 03 de março de 2004.
P. Robson Barros da Costa, dezembro de 2004, como diretor presidente do Centro Social da Paróquia Santa Luzia.
Dc. Wilson Roberto Fiorin, que chega também na Paróquia em 2004, passa a assumir a Pastoral Paroquial.

P. João Roberto Pavani, assumiu em 04 de fevereiro de 2005, como diretor secretário.
P.Antonio Célio Costa Francisco é nomeado Pároco em 25-02-2005.
P. Attilio Bellandi é nomeado Diretor Presidente do Centro Social da Paróquia Santa Luzia no dia 01 de fevereiro de 2006.
P. Antonio Carlos Reami é nomeado Diretor Presidente do Centro Social da Paróquia Santa Luzia a 01 de fevereiro de 2007 e o P. Attilio Bellandi ecônomo. (P. Attilio Bellandi faleceu em Manaus aos 12 de julho de 2009).
P. Mauro Maximiliano Chiarot é nomeado Ecônomo do Centro Social da Paróquia Santa Luzia em 01 de novembro de 2007. O P. João Roberto Pavani era o Vigário Paroquial.

No dia 10 de agosto de 2007 a igreja Matriz da Paróquia Santa Luzia foi solenemente dedicada para a maior glória de Deus – “SAGRAÇÃO”.

Histórico Histórico

No dia 01 de fevereiro de 2010 uma nova assembleia foi efetuada nomeando o P. Plínio Possobom, o novo diretor presidente do Centro Social da Paróquia Santa Luzia.
No dia 02 de fevereiro de 2011 chega o P. Antonio Pascatti Gerotto, Vigário e Diretor tesoureiro (falecido no dia 23 de maio de 2012 em Americana – SP).
Chega também no dia 02 de fevereiro de 2010 o P. Manoel Pinto Pereira, vigário e Diretor secretário.
No dia 02 de janeiro de 2011 o P. Plínio Possobom é nomeado o Pároco de nossa Paróquia Santa Luzia.
O coadjutor Adriano Rosa da Silva (irmão salesiano), chega em 17 de Dezembro de 2011 para ser o auxiliar de pastoral como componente da equipe de pastoral.

Com a saída do P. Manoel Pinto Pereira, no dia 2 de janeiro de 2012, chega em nossa paróquia o P. Antenor Muniz de Andrade Silva, para ocupar o posto de vigário paroquial.

No dia 31 de Janeiro de 2012, chega em nossa comunidade o P. Roberto Donizete dos Santos Furtado, para ser encarregado da  ação pastoral na paróquia e Centro Social.

Padre Narciso Ferreira atuou como pároco durante um ano: De fevereiro de 2013 a fevereiro de 2014.

Em 08 de fevereiro de 2014, o P. Hélio Espínula tomou posse como pároco da Paróquia Santa Luzia.

 


A Paróquia Santa Luzia hoje:

 

Fachada da Matriz Santa Luzia - Julho de 2013

Fachada da Matriz Santa Luzia  (Julho de 2013)

 

Visão aérea da Paróquia em Outubro de 2013

Visão aérea da Matriz (Outubro de 2013)

 

População da circunscrição Paroquial Paróquia Santa Luzia:

48.000 habitantes. Assim distribuídos:

JARDIM COIMBRA (Comunidade N. S. de Fátima)

Equipamentos Públicos:

02 praças – Ponto final do Ônibus Jd. Coimbra

– Olavo Monteiro

02 C. D. Ms. – Paulistano (Campo de Futebol)

– Santos (Campo de Futebol)

01 posto de Saúde e AMA – dividido com o Jardim Nordeste

02 E. M. E. F. – Jeny Gomes

– Prof. Figueiredo Ferraz

01 E. M. E. I. – Evaristo da Veiga

01 Linha de Ônibus Jardim Coimbra x Parque. D. Pedro

01 Linha de Lotação Jardim Coimbra x Shopping Penha

População Local 12.000 habitantes, sendo:

4.000 – famílias

1.700 – idosos (acima de 60 anos)

1.600 – crianças (de 01 a 14 anos)

JARDIM SÃO NICOLAU

Equipamentos Públicos:

01 praça – Ponto final da Lotação

01 posto de Saúde

01 Creche

01 E. M. E. F. – Batalha das Canoas

01 Escola Estadual – Exército Brasileiro

01 Linha de Lotação Bairro x Shopping Itaquera

População Local 11.000 habitantes, sendo:

3.600 – famílias

1.500 – idosos (acima de 60 anos)

1.900 – crianças (de 01 a 14 anos)

JARDIM NORDESTE

Inclui as Comunidades de Santa Luzia e S. João Batista

Equipamentos Públicos:

07 praças

01 CDM – Av. Maraial (Campo de Futebol )

01 posto de Saúde e AMA – dividido com o Jd. Coimbra

02 E. M. E. F. – P. Antônio Vieira

01 Escola Estadual – João Ramacciotti

02 Creches – Santa Luzia

– Diná

01 Linha de Ônibus Bairro x Centro

01 Linha de Lotação Jardim Coimbra x Shopping Penha

População Local 25.000 habitantes, sendo:

8.500 – famílias

4.000 – idosos (acima de 60 anos)

4.500 – crianças (de 01 a 14 anos)

OBS.: ÀREAS PÚBLICAS REMANECENTES:

01 no Jardim São Nicolau

01 no Jardim Coimbra

01 no Jardim Nordeste